quarta-feira, 11 de março de 2009

Folhas Caídas

06/03/2003

Sem ação
Sem palavras
Os papéis em branco espalhados pela mesa
Fonte seca
Céu sem estrelas
Vida que parou na beira da estrada
Parou porque a rosa murchou
Um amor acabou
Acabaram-se as lágrimas
Folhas caídas
Noites infinitas
Nesta longa espera
O mundo dá voltas,
Mas desta vez não voltou
Ainda a Primavera.

Por Aline D'Eça

Um comentário:

  1. Andréia Guimarães12 de março de 2009 23:29

    Aline, que bom conhecer sua veia poética. Como amante inveterada da literatura que sou, fico feliz em descobrir talentos. Transcenda em seu blog!

    ResponderExcluir